Voltando pra Casa

Terminadas as festas, terminadas as férias, e principalmente terminadas as viagens aqui estou eu de volta pra casa, ao trabalho e a rotina. Existe esse ditado que diz que viajar é gostoso, mas bom mesmo é voltar para casa, e eu sempre tive uma relação complexa com ele, por que eu descobri à algum tempo que não sou uma dessas nômades aventureiras que consegue passar anos pulando de lugar em lugar. Eu amo viajar, amo muito mesmo, mas também sou dessas que ama a minha casa, o meu canto, me descobri espaçosa e alguém que gosta de transformar lugares num lar. Se dependesse só de mim cada quarto de hotel que fico ia ganhar uma planta, um poster na parede, um cabideiro bonitinho, em resumo, cada lugar ia ganhar aconchego!

Viajar pra mim é maravilhoso, mas só funciona se eu tiver os momentos de voltar para casa, aqueles ócios infinitos entre as tarefas da rotina onde posso parar e absorver tudo que vivi na viagem, rever fotos, e agora que sou parte da equipe desse blog, escrever sobre elas.
Revisitar memórias de viagens é para mim tão importante quanto vivê-las. É por meio dessas memórias que eu consigo analisar o que cada viagem significou e mudou em mim, o que cada lugar representa na minha vida, e por que razões vai ficar marcado.
Escrever aqui se tornou bem importante para mim, e agora que deixei a Irlanda para o passado (e um eventual futuro de retomada), estava me questionando que outro local revisitar. Nesse de recente volta para casa, acabei decidindo por um local que me marcou não pelas diferenças ou enormes distâncias, mas por ter se tornado, por alguma razão que talvez descubra nesse processo, um local onde me senti em casa, onde senti que poderia viver se as circunstâncias certas se alinhassem.
Eu fui ao Rio Grande do Sul pela primeira vez em busca das belezas que as cidades de serra prometiam, e embora tenha sim gostado muito de visitá-las, Porto Alegre, sem nenhuma grande atração, foi uma cidade que me apaixonou por uma série de razões não necessariamente objetivas ou fáceis de enumerar, mas que nas próximas semanas, por meio de aconchego de aquele sentimento de estar em casa, pretendo dividir com vocês!

Facebook Comments

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *