O que visitar quando viajar para Paris: Trocadeiro, Louvre e compras na Champs Elysées

o que fazer quando viajar para paris post 1
No primeiro post dessa série, contei como se organizar para viajar para Paris. Neste post, vou mostrar um pouquinho do roteiro que montamos para visitar Paris e dos lugares aonde fomos. Esse post vai ser beeeem longo e eu tive que dividi-lo em partes 1 e 2.

O que você quer ver ao Viajar para Paris?O que visitar quando viajar para Paris

A primeira coisa que é importante é escolher o que você quer conhecer. Pesquise bastante e veja quais são os lugares que você quer visitar. Museus, igrejas, galerias, lojas e etc.

Escolhidos os lugares é muito importante também olhar quais atrações ficam próximas uma da outra. Em Paris muitos pontos turísticos são próximos, o que facilita imensamente na hora de planejar o que ver no dia. Você consegue se organizar e ver vários pontos turisticos ao invés de ficar zanzando pela cidade para ir só a dois lugares.

Outra dica (que mamãe me deu e eu usei muito) é usar o google maps para ver os caminhos. Assim você se perde muito menos e passa mais tempo aproveitando a cidade e menos tempo tentando descobrir aonde você está.

Nosso Roteiro da Cidade

Vou deixar para vocês aqui o roteiro básico de Paris que usamos. Claro que não deu para ver tudo que está no roteiro, e acabamos vendo muitas coisas que não estavam nele. Mas vale a pena se esforçar e tentar conhecer o máximo da cidade que você puder.

Comer pão sentado a sombra no Trocadero, entrar nas ruelas próximas a Place de la Concorde, comer um crepe no Jardin de Tulieres. Conheça tudo o que puder. Numa viagem como esta, vale muito a pena.

Para nos locomovermos na cidade usamos muito o metrô, que é um meio barato e muito, muito eficiente de se locomover em Paris. Ele vai para todos os lados, e faz baldiações que alcançam toda Paris, e o melhor: cada bilhete custa apenas $1,70 Euros. E se você for ficar muitos dias, vale muito a pena comprar o pacote com 10 bilhetes de metrô (que sai a $13 Euros).

Como se locomover por Paris

Além do metrô, existem várias alternativas para andar pela cidade. O Tramway, que tem o mesmo sistema de bilhetagem que o metrô. Os ônibus, que são um pouco mais caros. E o RER, cujo preço varia dependendo de quão longe da Paris Central você vai.

O sistema de transporte é tão eficiente que não precisamos pegar taxi nem para ir ao aeroporto, nem ao palácio de Versailles ou para a Eurodisney. Só pegamos taxi no dia que estavamos muito acabados para ir do aeroporto de Orly do apartamento e mesmo assim foi super barato, uns $6 Euros para cada.

Sobre os lugares que visitamos, eu gostaria muito de conseguir falar aqui sobre TUDO que vimos lá mas é muita coisa. Vou contar um pouquinho sobre as coisas que mais me marcaram na viagem, e as coisas que eu recomendo conhecer.

O que visitei em Paris

 Ver a torre iluminada pela primeira vez é absolutamente lindo. Como chegamos na cidade a tarde, a primeira vez que a vimos de perto foi assim. Toda iluminada. E se você estiver por lá a noite, vale muito a pena parar no “trailer” ao lado do carrossel do outro lado da rua e comer um crepe. São crepes deliciosos, enormes, baratos e você tem duas vistas maravilhosas para ver: A torre de um lado e o Siena do outro. Vale muito a pena.

 Alguns dias depois nós fizemos um passeio pelo Trocadero, e esse foi o dia que subimos na torre. Nós fomos até o topo da torre e preciso contar que achei que fosse mais alto, mas a vista lá de cima é muito bonita.. Nós ainda demos uma baita sorte que subimos com um grupo que estava com um guia turístico ótimo (inglês, preciso registrar. Ouvir história naquele sotaque faz até você ficar mais feliz!) que contou muitas histórias interessantes sobre a Dama de Ferro.

Aliás, conciliar esses dois passeios é o canal! A distância entre o Trocadero e a torre é pequena, tem algumas paradas bem interessantes (EUANDEIDECARROSSEEEEEEL!!!!) e os jardins do caminho são muito bonitos.

 Outro passeio que eu gostei muito foi a Champs Elysées. Várias lojas me encantaram (Loudreé, sua linda! Quero macarrons todos os dias!) mas a que nós passamos mais tempo e voltamos TODAS AS VEZES que fomos lá foi a H&M. Além de vender roupas ótimas e baratas a loja tem uma variedade incrível de acessórios, sapatos e até mesmo maquiagem. Vale muito uma visitinha!!

 E no final da avenida, fica outro cartão postal da cidade que é absolutamente LINDO: O Arco do Triunfo. Lindo iluminado a noite e lindo embaixo do sol de Paris. Não conseguimos chegar mais perto para tirar fotos porque essa rua que passa em frente a ele é MOVIMENTADISSIMA!  Eu fiquei espantada! Tem carros vindo de todos os lados, e as faixas de Paris são muito mais de enfeite do que qualquer coisa. Então muito cuidado se você decidir atravessar.

Visita ao Louvre

O Louvre foi o passeio que mais me impressionou e um dos que mais me emocionou. Sempre gostei muito de arte e de história e isso tem de sobra no Louvre. Passamos um dia inteiro lá e ainda acho que não vi nem um terço do que tinha para ser visto.

 

 A vontade é de ter passado três dias inteiros dentro daquele museu. É um mundo. Eu fiquei absolutamente embasbacada com as esculturas. Eu gosto bastante e lá tem cada uma mais linda que a outra! Desde a Vênus de Milo até Busto de Maria Antonieta e cada uma mais perfeita e detalhada que a outra. É apaixonante!

 Como o museu é muito grande, você precisa escolher o que mais quer ver e o que pode deixar de ver. Acho muito difícil conseguir ver o Louvre todo em um dia só. E sobre a Monalisa, assim que o museu abre todos correm para vê-la. O que nós fizemos foi passar a manhã vendo outras coisas e a tarde conhecer a famosa. Valeu muito a pena. Não estava tão caótico e conseguimos aproveitar muito melhor. Ah! Não deixe de visitar os aposentos de Napoleão e a parte da história dos fenícios. São incríveis!

Museé D’Orsay

Outro museu muito conhecido que visitamos é o Museé D’Orsay e nós ainda tivemos a sorte de ir a ele no primeiro domingo do mês, em que quase todos os museus são gratuitos na Europa. Economizamos um bocadinho com essa data! O Museu é lindo apesar de pequeno e o que me atraiu mais nele foram as obras de Van Gogh. Uma mais linda que a outra! Tenho que admitir que meus olhos encheram d´água por estar contemplando aquelas pinturas maravilhosas, mesmo não tendo visto minha favorita entre elas (noite estrelada).

Para quem gosta de museus, existem váaaaaaarios na cidade. Se você quer ver muitos museus e andar com calma em cada um, vá com bastante tempo de viagem. Os museus são grandes e muito cheios de cultura e história e de gente.

Próximo Post

No próximo post, conto um pouco sobre as igrejas de Paris (que são magnificas), Versaille e o Hard rock café (que é SHOW!)

——-

FOTOS:
Bárbara Rocha
Danuta Raposo
Vicente Ramos

Facebook Comments

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *