Para ficar bonita de forma Consciente opte pela Beleza Cruelty Free

Nesse post eu vou falar de um assunto que eu quero conversar com vocês há um bom tempo, mas nunca consegui sentar e montar esse post até agora: Beleza consciente e beleza Cruelty Free.

Tem um tempo que eu comecei a perceber o quanto é importante ter consciência de onde vem e como são feitas as coisas que você usa. E que você deve escolher e ter noção das consequências dessas escolhas.

Eu to longe de ser a pessoa mais ecologicamente correta do mundo. Mas eu tenho me policiado muito para pensar em como são feitas essas coisas todas que a gente usa, come, compra e consome.

Eu sei que é difícil, e admiro muito quem consegue ser completamente vegano e Zero Waste. Mas eu sei que mesmo não estando neste estágio, eu consigo fazer a minha parte. Mesmo que sejam nas pequenas coisas, como escolher bem os cosméticos que eu uso. Dar um passo em direção a essa consciência é um avanço. Especialmente se comparado a não fazer nada para mudar nossos hábitos.

 O que é a Beleza Cruelty Free?opte pela Beleza Cruelty Free

Quando falamos em beleza Cruelty Free, falamos de Produtos de beleza que não usam a crueldade animal na sua fabricação. Esses produtos são aqueles em que a empresa não testa a fórmula em animais antes de colocar no mercado. Ou seja, nenhum animal é maltratado para você ficar bonita.

Proibição de testes cosméticos em animais

Muita gente não sabe mas até pouco tempo atrás o Brasil era um pais que não proibia testes de cosméticos em animais. Isso significa que essa era uma prática comum na industria cosmética. Mas as coisas mudaram em 2014, com a aprovação no Congresso de uma proposta para acabar com isso.

A proposta de proibição aprovada no Senado

A proposta (PLC 70/2014), aprovada em Março de 2017 que proíbe testes de ingredientes e de produtos cosméticos. Além disso ela veda o comércio de produtos que tenham sido testados em animais. Ela ainda incentiva técnicas alternativas para avaliar a segurança das formulações.

Segundo a Proposta, os testes em animais poderão ser admitidos pela autoridade sanitária. Mas apenas em situações excepcionais, frente a “graves preocupações em relação à segurança de um ingrediente cosmético”. Essa aprovação também depende de consulta à sociedade.  A Proposta ainda estipula um prazo de três anos para que as empresas possam atualizar sua política de pesquisa e desenvolvimento e adaptar sua infraestrutura para um modelo de inovação responsável. Você consegue ler a Noticia completa no site do Senado.

 Por mais que pareça não ser algo tão importante, os testes em animais são uma prática muito cruel. Eles fazem muito mal ao animal usado como cobaia, muitas vezes levando a uma morte agonizante e dolorosa.

O que são testes cosméticos em animais?

Proibição de testes cosméticos em animaisTestes em animais são todo e qualquer experimento com animais cuja finalidade é a obtenção de um resultado. Seja de comportamento, medicamento, cosmético ou ação de substâncias químicas em geral. Geralmente os experimentos são realizados sem anestésicos, podendo ou não envolver o ato da vivissecção (dissecar animais vivos para estudo).

Você consegue ver mais detalhes sobre essa prática e como ela é cruel com as cobaias no site do PEA.

A alternativa da Beleza Cruelty Free

Para não fomentar essa carnificina toda, surge a alternativa dos produtos Cruelty Free. Eles são produtos que são feitos sem crueldade animal, ou seja não são testados em animais. Mas dizer isso pode significar, por exemplo, que a empresa não testa o produto final em animais mas compra de outras indústrias ingredientes que passaram por testes em cobaias.

Ou pode significar que todos os componentes foram desenvolvidos desde a origem sem o uso de animais. Isso torna usar apenas produtos que não são testados em animais uma coisa muito relativa. A alternativa da Beleza Cruelty Free

Algumas observações sobre Beleza Cruelty Free

A Kah Bachini tem um texto que explica muito bem porque isso é um assunto que exige muita pesquisa:
  • TODOS os ingredientes que hoje são usados em cosméticos um dia foram testados em animais;

  • Ser uma empresa cruelty free hoje não garante que ela sempre tenha sido;

  • Nada impede que uma empresa que se diz cruelty free contrate uma empresa terceirizada para realizar testes em animais;

  • Nada impede que uma empresa que se diz cruelty free não teste em animais, mas, compre ingredientes de outra empresa que testa;

  • Algumas empresas marcam o produto final como cruelty free porque ele não é testado em animais, mas alguns ingredientes são;

  • As vezes a gente fica tão preocupado em usar cosméticos cruelty free, que esquece que quase tudo que a gente usa (medicamentos, carros, tintas, alimentos) também são testados em animais

(trecho do blog E ai Beleza)

Apesar de ser um assunto muito relativo eu ainda acho que é sempre bom dar esse passo em direção a mudança de hábitos. E especialmente é muito melhor do que continuar consumindo sem consciência. Eu encorajo muito a troca de produtos testados em animais por Beleza Cruelty Free.

Com o tempo você aprende a pesquisar sobre o assunto e essas informações ficam mais fáceis de achar.

 

Como identificar um produto Cruelty Free?

Depois de ler tudo isso, é possível que você esteja com uma pergunta rondando a sua cabeça.

MEU DEUS COMO EU VOU SABER ENTÃO SE UM PRODUTO É TESTADO EM ANIMAIS?!?!?!

Calma. Existem algumas organizações que também pensaram nisso e criaram formas de nós, consumidores, sabermos que aquele produto/marca realmente tem o compromisso com a não-crueldade.

Selo  “Leaping Bunny” (coelho saltitante) é concedido a empresas que se comprometem a não realizar testes em animais e não comprar ingredientes de fornecedores que tenham essa prática.

Selo “Cruelty Free” da PETA, que funciona da mesma forma que o Leaping Bunny. Mas o PETA tem uma atuação mais forte pela causa e está sempre atento, denunciando quem desrespeita e apontando quem respeita os animais. Tanto o PEA quanto o PETA tem listas com marcas certificadas que não testam em animais e são realmente Cruelty Free, e você pode consultar elas aqui (PEA) e aqui (PETA).

Selo “Not tested on Animals” é concedido a empresas que não fazem testes em animais pela organização Choose Cruelty free e funciona da mesma forma que os anteriores.

Caso você esteja em dúvida sobre a marca, vale sempre ligar no SAC da empresa e perguntar para tirar suas dúvidas.

Aqui no blog nós só falamos de produtos de Beleza que sejam Cruelty Free. Então você sempre pode ver nossos Posts sobre Beleza Consciente!

Cosméticos Internacionais

Em alguns lugares já é completamente proibido o teste em animais, como na União européia por exemplo, porém existem mercados, como a China, em que os testes em animais não só são permitidos, como são obrigatórios. Na hora de comprar cosméticos internacionais fique atento a isso. Os bixinhos não precisam sofrer pra você ficar bonita.

 

E mais legal que empresas que não testam, são aquelas que além de não testar em animais, investem em pesquisas e estudos para achar formas novas de fazer esses produtos sem o teste em animais. As nossas escolhas podem mudar o mercado e contribuir para melhorar o mundo. Pense bem na hora de escolher o que você vai consumir.

 

Facebook Comments

Veja também:

2 Comentários

  1. Oi, Du, que bacana que você fez esse post e está se interessando pelo assunto.
    Mas, olha, esse lance da carne, se você realmente quiser, você consegue tirar sim. E ainda mais em São Paulo que tem vários locais com opções de comidas vegetarianas e/ou veganas, além de vááárias lojas que vendem produtos vegetarianos/veganos (alimentícios) e ainda também os mercados, zona cerealista, etc. Não é tão difícil quanto muita gente pensa, mas é necessária mudança de hábitos.
    Beijos.

  2. Oi Mel!!

    Eu to na tentativa. Consegui reduzir bastante o consumo. Mas ainda não consegui parar de vez. Acho que aqui em São Paulo vai ser mais fácil mesmo, tem muitos lugares legais para comer ou comprar coisas para fazer em casa.

    Beijos! Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *