Dublin Literária – Lugares que todo amante de livros deve visitar!

Dentre todos as maneiras que uma cultura pode se expressar, minha favorita sempre foi a ficção! Pra mim a maneira como um povo cria histórias que não necessariamente são verdadeiras diz muito sobre quem eles são, o que desejam, como percebem o seu passado e vivem o presente.
Entre todas formas de ficção existentes, acho que não seria um exagero dizer que a Irlanda é um país literário. Irlandeses amam contar histórias e tem um domínio da própria língua que aliado a um humor peculiar tende a criar obras primas em texto. A ilha viu nascer grandes romancistas, poetas e dramaturgos, e muito da sua cultura ressoa em como usam a linguagem para expressarem e guardarem sua história.
Tendo isso em mente acredito que entender o mundo literário irlandês é peça chave para entender sua cultura, e nesse post vou citar lugares para bookworm nenhum botar defeito!

Trinity College’s Old Library – The Book of Kells Exhibition

O Trinity College é um “must see” em Dublin, o tour oferecido pelos estudantes uma das melhores maneiras de conhecer a universidade e, de quebra, sai por quase o mesmo preço que a entrada individual na biblioteca. Muita gente passa reto pela biblioteca ou decide economizar essa entrada,  mas de verdade, ela é imperdível para todo amante de livros; se não pela beleza interna no melhor estilo Hogwarts, pelo contexto de ser a memória de uma época em que informação era limitada e guardada basicamente em livros, e bibliotecas eram os redutos de pesquisa e conhecimento escrito. Afora tudo isso guarda a exposição do Book of Kells, exemplar de iluminura que remete aos primórdios do registro de conhecimento, perfeitamente preservado e ilustrado quase ao seu alcance! De quebra, com alguma sorte você consegue pegar uma peça no Samuel Beckett Theatre, dentro da faculdade, onde grupos contemporâneos revisitam os clássicos e escrevem a nova dramaturgia Irlandesa.
http://www.tcd.ie/library/old-library/
https://www.tcd.ie/beckett-theatre/

James Joyce Tower and Museum – Ulysses Route

Eu não estou aqui para indicar Ulysses. É um livro difícil e que cada um deve decidir por si se quer entrar nesse universo, não saberia ter essa responsabilidade na vida de ninguém! Mas você não precisa lê-lo para saber de sua importância para a literatura irlandesa e mundial. A história se passa em um único dia em Dublin e seus arredores, e embora seguir os passos de Bloom seja mais recomendado para os familiarizados com a história, saber que 24 horas foram transportas em 732 páginas dá uma ideia da imensidão de vida presente no cotidiano na cidade! Ainda, visitar a James Joyce Tower and Museum em Sandycove vai te dar a chance de vivenciar momentos condensados em memorabilias da vida do escritor, e um gostinho dessa Dublin de Joyce que a literatura mundial tanto preza!
http://jamesjoycetower.com/
https://goo.gl/FRhny9 – Rota de Ulysses

Chester Beatty Library – Dublin Castle

Dublin Castle é um mosaico de construções, períodos e informações. Está muito longe de ser o que qualquer pessoa espera de um castelo, para o bem e para o mal. Mas uma das suas preciosidades é a Chester Beatty Library. Mais um museu que uma biblioteca em si, o espaço guarda uma série de livros e documentos históricos da arte impressa, sempre muito bem apresentados e preservados, ideal para qualquer pessoa que goste da história de publicações. De quebra dá para sair dela e ler alguma coisa entre locais no lindo descampado central do castelo, um ambiente tranquilo e reconfortante bem no centro da cidade.
http://www.cbl.ie/

Nacional Library of Ireland

Eu sou dessas que sempre visita a biblioteca nacional de um lugar, é sempre um passeio tranquilo e confortável para sentar, ler e tomar um café em meio de tudo de importante literariamente que um país produziu. Nesse caso, além dos jornais e revistas locais para explorar, e o belo prédio para admirar, a biblioteca consta com uma exposição permanente de W. B. Yeats, um dos poetas mais conhecidos e que melhor descreveu o espírito irlandês. A exibição é linda e proveitosa para quem conhece ou não a obra, com um montagem lúdica mistura documentos históricos e ambientes de imersão criando uma atmosfera que as vezes só a poesia pode trazer!
http://www.nli.ie/

Marsh’s Library

Marsh’s Library foi a primeira biblioteca pública de Dublin, escondida logo atrás da St Patrich Church ela é facilmente ignorada pela grande maioria dos turistas. Pequenininha para os padrões de bibliotecas, sem todo o acervo da Biblioteca Nacional e não tão glamurosa como a Biblioteca do Trinity College ela ainda mantem o charme que você espera de uma biblioteca local, com um atendimento pessoal e a chance de caminhar entre corredores com estantes de madeiras recheadas de livros que parecem carregar os mais variados segredos!
http://www.marshlibrary.ie/

Facebook Comments

Veja também:

24 Comentários

  1. Todo ser humano deveria saber do poder que é ter conhecimento! Existem tantas coisas a serem exploradas e aprendidas né? Tantos pensadores que registraram suas obras, descobertas e tantas coisas interessantes e estão só esperando que outras pessoas se apoderem disso para que possam expandir, e até continuar/melhorar o trabalho! São lugares fantásticos que com toda certeza eu amaria conhecer! Me sentiria bem só de estar em algum desses lugares, acharia bem incrível mesmo!

    Parabéns,
    Blog Senhorita Deise

  2. Meu cunhado é irlandes e é bem assim rs eles tem um dominio do próprio idioma e linguagem que é impressionante, alias eu sou uma total apaixonada pela literatura irlandesa, desde história até as de ficção rs Agora vamos combinar que essas bibliotecas e livrarias são tudo maravilhosas.

  3. Oi meninas, tudo bem? Que post mais inspirador. Desde que assisti "Casa comigo?" fiquei apaixonada por Dublin, e agora com esses argumentos impossível não querer arrumar as malas e viajar ontem mesmo #risos Amo literatura desde criança e um dos meus sonhos é ter uma biblioteca, porém ainda tenho poucos livros (eu acho né haha). De todas a que mais gostei sem dúvida foi a primeira. Parece até de mentira de tão linda e perfeita. Muito criativo o post parabéns! Ah, feliz dia do blog. Beijos, Érika =^.^=

  4. Moça que impactante esta fotografia, é muito bonita! Fiquei curiosa em saber o preço cobrado pela entrada em reais, realmente para quem gosta muito vale a pena, o que acredito que todos nós deveríamos gostar rs, muitto bom seu post. Super beijo

  5. Ai moça eu sou a louca de Ps. Eu te Amo! Hahaha Ficava andando pela cidade pensando "olha, foi aqui que aconteceu não sei o que!"
    Muito gostosa a experiencia de conhecer uma cidade que você já conhece por meio de um livro! Dublin vale a bem a pena!

    🙂

  6. Brigada Luma! 🙂
    Tá custando 10 Euros, o que dá uns 37 reais. Acho meio carinho pra entrada em exposição/biblioteca. Mas entendo que tem todo um trabalho de preservação dos documentos de lá né… Muitos deles são muito antigos e dá trabalho manter.

    Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *