Closet Rehab – Parte 2

Continuando a nossa Closet Rehab, fotografar os looks é hábito muito enriquecedor quando queremos conhecer mais o nosso estilo e aprender como usar melhor as peças que já temos em casa.

Esse exemplo encontrado no Pinterest ilustra com maestria o que tem que ser feito

Sabe o que mais diferencia Leandra Medine, Alexa Chung, Miroslava Duma, Maja Wyh e mais algumas outras fashionistas da multidão? Elas se divertem se vestindo. O resultado está nas produções incríveis.

Importante que fique claro que as roupas que você precisa não são necessariamente as que estão na Vogue ou que a digital influencer X ou Y usa.

Entender as suas necessidades é um passo importante para ter uma relação mais saudável com as suas coisas no geral.

Ter um armário amontoado de coisas não significa nada além de um monte de coisas dobradas – ou emboladas, o que é pior.

Depois de fotografar seus looks e a sua rotina, você consegue ver com mais clareza o que funciona pra sua vida. Analise seus acessórios, as suas escolhas de maneira mais abstrata, tentando ver certa repetição. Veja o que gostou, o que funcionou, e o que não deu certo.

Repetir não é necessariamente ruim, ou bom.

As pessoas repetem combinações que elas gostaram por algum motivo. É importante apenas tentar entender quais são essas combinações, e a gente só conhece combinações novas explorando novos estilos, novas modelagens, novas propostas.

Se você mora na praia, passa muito tempo de biquíni, vestido, saída de praia. Se você mora na cidade, suas preferências serão outras.

Os hábitos de vestimenta variam de acordo com o meio em que a pessoa vive. Acredito inclusive que os filmes que você assiste, as músicas que escuta, e os livros que você lê te influenciem muito mais do que você considere.

Apesar das lojas estarem cheias de mais-do-mesmo, e dos preços estarem exorbitantes, ainda podemos dar um jeitinho e de quebra ajudar nosso planeta: prolongar a vida das nossas roupas, conhecendo nosso armário melhor, cuidando melhor das peças que temos, e prestando mais atenção no que compramos, no porquê de comprarmos e sobre o impacto da nossa compra.

A única maneira de entender o que falta é usando o que temos.

Não tem outra fórmula. Você só vai sentir falta de alguma peça se conseguir pensar nela. E sabe qual o exercício mais divertido? Pesquisa de moda. Pesquisar referências na vida.

Claro que você o Pinterest e o Instagram são ótimas ferramentas de pesquisa, aliás, google nosso de cada dia salvando sempre, mas se você não lembrar de quem você é na hora de pesquisar, estaremos mais uma vez diante do dilema: Closet Real vs Closet Imaginário.

Reparem que na foto acima todas as peças podem ser coordenadas entre si: você maximiza looks e melhora o seu desempenho

A peça tem que se encaixar em pelo menos 3 combinações para merecer ser parte da sua vida.

Tente pensar em funcionalidade – por isso a importância de realmente desapegar na hora de fazer a organização do armário. O seu armário só irá funcionar com maestria quando estiver apenas com peças incríveis.

Seu guarda-roupa não precisa ser grande.

Ele precisa fazer você se sentir bem.

Eu sempre incito a coragem na hora das produções porque as melhores combinações são as que fazemos sem pretensão de acertar.

No entanto você pode ser uma dessas mulheres que arrasam no normcore, ou mantendo sempre o mesmo look básico de sempre, que gostam de usar só vestido, que preferem as saias mid ou mini, ou as pessoas que simplesmente gostam de andar largadas.

Você pode ser o que quiser, e o melhor é que na Moda você pode ser uma pessoa nova todo dia.

A regra é desafiar os paradigmas e as regras.

Explorar comprimentos, texturas e sensações novas, afinal, a vida é muito boa curta para abrir mão da sua liberdade de escolher ser quem você quiser, do jeito que você quiser.

Exercício.

É importante que fique claro que não tem formula mágica de estilo, e nem tem como  mentalmente combinar roupas, porque o caimento imaginário é sempre perfeito.

Quem quer arrasar em combinações interessantes precisar dedicar tempo para pensar em coordenações que fujam do obvio! Explore seu armário.

 

 

 

Facebook Comments

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *