Hoje tá tudo bem.

Lembra quando eu disse que a “dita” não tem mês e nem lugar? Também não tem hora e nenhum respeito pela sua maquiagem. Meu último texto foi sobre depressão, não por acaso, seguiu-se algumas semanas do mais puro nada. “To resolvendo umas paradas”, “to com sinusite”, “‘to fazendo exames”… Sim, eu estava fazendo tudo isso que eu disse pra Dan (a.k.a Tia Du), e também tinha uma vozinha dentro de mim me impedindo de escrever dizendo que eu não tinha nada de bom pra falar, que não era o tema da coluna, que nenhuma idéia era boa o suficiente pra […]

Continue Reading

Depressão não tem mês. E nem lugar.

Tá deprimido? Vai viajar! Olha, não que eu já tenha ouvido isso com essas palavras, mas já ouvi as variantes “saia de casa”, “tenta não ficar triste”, “tem gente pior do que você”… E ok, são frases de pessoas que podem até achar que estão ajudando, mas vamos parar um momentinho… Se alguém te conta que está com diabetes, você fala pra pessoa ir viajar? Diz pra ela tentar não ter diabetes? Fala, “ah, mas tem gente que tem câncer” como se a vida fosse uma competição de quem tá pior? Eu realmente espero que não. Aí eu pergunto, o […]

Continue Reading

Abraça o Donuts! Padrão de beleza só serve mesmo pra ser quebrado.

  Talvez só uma coisa chegue perto, demograficamente, da quantidade de engenheiros de software por metro quadrado em Bellevue e essa coisa é academias. Só no quarteirão que eu estou tem 4, todo dia de manhã é possível ver corpos sarados se exercitando de um canto a outro. Nessa região as pessoas não marcam coisas de domingo por que é dia de fazer hiking, e as pessoas adoram fazer isso. Na falta de um, tem dois mercados de comida natural/orgânica por aqui. E não raro as pessoas são exemplos do padrão de beleza e parecem ter saído de revistas de […]

Continue Reading

Mais um pouquinho sobre o Pike Place Market

Vamos falar mais um pouquinho sobre o que tem de maravilindo pra fazer em Seattle que eu sei que é isso que todos quer. A placa diz Public Market Center mas todo mundo chama de Pike Market.     O Pike Place Market é um daqueles lugares que invariavelmente vai estar lotado aos fins de semana, principalmente no verão mas que valem a pena. Visitado tanto por turistas quanto amado por locais o Pike Place é um daqueles lugares tão necessários de se conhecer quanto o Space Needle por essas bandas.   A primeira dica para visitar o Pike Place […]

Continue Reading

Minha vida numa mala ou minimalismo na marra.

Minha mala minha vida. Tudo o que eu pude levar pros EUA ta aí. Pra 3 meses.  Pode parecer estranho mas comecei a entender melhor sobre minimalismo e, principalmente, descobri que poderia sim ser uma filosofia de vida aplicada a mim depois que eu vim aqui pra terra do capitalismo desenfreado. Quando fui pros EUA pra passar 3 meses, eu fui sozinha. Sr. Maia já estava em Bellevue trabalhando há quase duas semanas quando eu fui de mala e cuia encontrar com ele pra aventura na costa do pacífico e isso significa que tudo o que eu ia precisar em […]

Continue Reading

Coisinhas pra fazer em Seattle.

Acho que está mais que na hora desta coluna entrar nos “finalmentes” e falar sobre… Seattle. Não posso dar uma visão de dia – a – dia de Seattle como posso de Bellevue, as cidades são próximas mas tem uma grande diferença entre passar o dia passeando e morar em um lugar, só posso dizer que a cidade é maravilhosa e tem coisas para todos os gostos. Space Needle pronto pra receber umas naves espaciais. Antes de vir pra cá pesquisei nesta linda internet, fiz oferendas de horas de sono para o grande deus Google e bolei uma lista de […]

Continue Reading

Um pouco sobre Bellevue.

Na cidade de Bellevue (leia com  a voz do narrador das “Meninas Super Poderosas”) mais um dia começa com a Maia que não é super poderosa, tentando entender essa cidade de mentirinha. Bellevue é um polo empresarial de TI basicamente, então 9 em cada 10 pessoas que trabalham aqui são Engenheiros de Software. A concentração de pessoas de TI aqui é maior do que  ovelhas per capita na Nova Zelândia. Isso faz da cidade um amontoado de prédios comerciais bonitos, restaurantes e shoppings. Isso em se tratando do centro, tá, por que o resto é subúrbio americano de filme sem […]

Continue Reading

4 de julho, ou como comemorar a identidade nacional alheia.

Respira, inspira e não pira é o meu mote principal nessa jornada em terras norte americanas. É muita coisa pra assimilar, muita cultura diferente pra se adaptar e muitos micos espreitando a cada esquina. Como eu disse no texto anterior, me sinto morando num filme da sessão da tarde e estou amando muito tudo isso. Que fique claro, eu tenho um milhão de críticas à sociedade e governo dos Estados Unidos mas no dia a dia não é com eles que eu lido e sim com esse microcosmos saído diretamente de um enlatado de T.V qualquer. Eis que semana passada […]

Continue Reading

Hello Seattle.

Olá bonitos da Tia Du. Eu sou a Maia, tenho 28 anos, sou confeiteira, designer, tradutora, youtuber preguiçosa e assim, meio esquisita. Estou aqui pra fazer um especial de viagem sobre Seattle e o que mais eu conseguir mostrar dessa costa oeste do amor. Primeiro preciso explicar que não estou exatamente em Seattle, mas sim em Bellevue, uma cidadezinha que parece de mentira à mais ou menos 16 Km da terra do grunge. Então vou falar tanto das coisas legais de Seattle quanto de Bellevue que merece um capítulo à parte. A idéia do Space Needle é que no futuro […]

Continue Reading